Farmácias em risco

05.10.2012 | Fonte: Diário do Alentejo - A consecutiva redução do preço dos medicamentos e a “degradação” das margens de lucro estão a conduzir muitas farmácias a situações difíceis.
Association of Private Pharmacists SPAS of Serbia

Association of Private Pharmacists of Serbia - Chemists battle against bankruptcy – SUPPORT LETTER

We are sorry to hear that chemists across Portugal are protesting against destructive medicine pricing policies implemented by the Government.

We have the same problems here in Republic of Serbia and even more, since we are not members of the EU.

We believe that the governments of our countries must be the focal point for solving problems in our countries. They must sit down with pharmacies, but also with drug producers and especially those which are supplying the country with drugs in order to find best solutions for functioning of this system. 

AEFFUP

Luís Azevedo, Presidente da Direção da AEFFUP

Caros amigos, 

Eis que chegamos ao ponto mais negro que o setor da farmácia alguma vez assistiu e talvez um dos estados mais difíceis para a Saúde, em Portugal. 

Desde 2005 que as políticas de medicamento implementadas têm prejudicado gravemente o nosso setor e, mais importante do que o setor das farmácias, é o acesso ao medicamento por parte das pessoas que são dependentes de cuidados de saúde continuados e que necessitam impreterivelmente da consulta diária ou quase diária ao seu farmacêutico.

Setor da farmácia prepara cortejo até ao Ministério da Saúde

10.09.2012 | Fonre: Lusa - Cerca de 3.500 pessoas do setor das farmácias vão realizar, no sábado, um cortejo desde o Campo Pequeno até ao Ministério da Saúde, onde pretendem entregar a petição que defende a alteração da política do medicamento. Segundo o presidente da Associação Nacional de Farmácias (ANF), João Cordeiro, várias organizações ligadas às farmácias terão uma reunião magna no Campo Pequeno para debater a situação do setor.

Prejuízo na venda de medicamentos deixa setor a caminho do desastre

04.10.2012 | Fonte: Região de Leiria - As reformas nos últimos sete anos transformaram um negócio lucrativo numa fonte de preocupações. Farmacêuticos querem agora ser remunerados por receita aviada.

Farmácias do concelho também aderiram ao luto

04.10.2012 | Fonte: O Alcoa - As farmácias portuguesas estão de luto. As de Alcobaça, também.

Concelho de Almada em risco de perder sete farmácias

03.10.2012 | Fonte: Região de Almada - Sector diz que está a trabalhar com margens mínimas, o que levará ao aumento de falências. 
NECiFarm - Núcleo de Estudantes de Ciências Farmacêuticas Universidade do Algarve

“É o acesso ao medicamento que fica condicionado, fazendo com que Portugal regrida na qualidade dos serviços de Saúde que presta.”

A Farmácia em Portugal não é apenas um local de dispensa de medicamentos. É um estabelecimento de Saúde tão ou mais importante que outros, permitindo o primeiro acesso à Saúde para muitos utentes. Paralelamente, sabemos que os Farmacêuticos estão entre os profissionais em que os portugueses mais confiam, sendo o profissional de Saúde de referência.
Estudantes de Farmácia de Luto

Num momento de incerteza, os estudantes são essenciais!

Devido a várias medidas governamentais, cujo efeito a longo prazo não foi avaliado, o Sector das Farmácias está em colapso. Em dois anos, a despesa pública com medicamentos em ambulatório reduziu 602 milhões de euros. O objectivo de poupança das farmácias definido no Memorando de Entendimento com a TROIKA foi cumprido e ultrapassado!Facilmente percebemos que a equidade imprescindível nas medidas impostas não é uma realidade.

Farmácias do Oeste também aderiram ao luto

28.09.2012 | Fonte: Gazeta das Caldas - Várias farmácias das Caldas estão de luto. Aderiram à campanha nacional que visa explicar aos seus clientes o que se está a passar com o sector. A Gazeta das Caldas falou com vários responsáveis que temem pelo futuro dos seus negócios.

Farmácia de Luto

08.10.2012 | Fonte: RTP - "Farmácia de Luto" -  A petição para alterar a política do medicamento já conta com mais de 82 mil assinaturas.  

70 mil em defesa das farmácias

08.10.2012 | Fonte: Correio da Manhã - Em apenas duas semanas, mais de 70 mil pessoas, 9260 das quais através de uma plataforma on-line, assinaram a petição que reclama “o acesso de qualidade aos medicamentos e condições necessárias ao normal funcionamento das farmácias”.

Páginas