Farmácias de luto explicam aos utentes riscos de encerramento

As farmácias portuguesas foram chamadas a pôr luto e a explicar aos utentes as razões que podem levar ao encerramento de 600 unidades.

"Farmácias de luto"

Já foi um negócio de milhões, agora há farmácias com a corda na garganta, muitas estão a viver uma situação de insolvência. Hoje arranca uma jornada de sensibilização das farmácias "Farmácias de luto", é uma ação que vai estar presente um pouco por todo o país. Duarte Santos da Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos diz que as farmácias já não conseguem sobreviver.

Farmácias portuguesas de luto contra o Governo

A montra de muitas farmácias portuguesas vai estar, esta manhã, decorada de negro. Trata-se de uma iniciativa que tem como objetivo protestar contra as políticas do Governo para o setor. A iniciativa é promovida pela Associação Nacional de Farmácias e inclui também uma petição para pedir ao Governo para alterar as políticas do setor. Declarações de Paulo Duarte, secretário geral da ANF.

Farmácias: Técnicos "de luto" explicam risco de encerramentos e lançam petição para alterar política

As farmácias portuguesas foram chamadas a "pôr luto" e explicar aos utentes as razões que podem levar ao encerramento de 600 unidades, numa ação hoje iniciada que inclui uma petição ao Governo para alterar as políticas do setor.

Um quinto das farmácias em risco de encerrar no próximo ano

Crise. Associação Nacional de Farmácias quer medidas de emergência perante este cenário

ANF estima encerramento de 600 farmácias em 2013

A Associação Nacional das Farmácias (ANF) estima que 600 farmácias encerrem em 2013 e responsabiliza o Estado por conduzir o setor "à situação de colapso” em que se encontra. 

Quase metade das farmácias teve prejuízo em 2011

As farmácias andam doentes. Em 2011, das 2.669 farmácias analisadas, 1.210 (45%) terminaram o ano com resultados líquidos negativos, mais 1.019 do que no ano anterior.

Dívidas deixam 844 farmácias com fornecimentos suspensos

As sucessivas mexidas nos preços dos medicamentos e a redução das margens de lucro das farmácias estão a levar o setor à asfixia. 

Farmácias reduzem “stock” em 30% por falta de dinheiro

A diminuição da margem de lucro e as mudanças constantes nos preços estão a obrigar a nova gestão dos remédios armazenados.

Farmácias vêem reduzir as margens de comercialização. Vai haver menos stocks e mais insolvências

Diploma que regulamenta os preços dos medicamentos entra hoje em vigor. O Estado poupa dinheiro mas muitas farmácias podem falir.

Farmácia do Estado na falência

A história da Farmácia Central de Carcavelos. Dívidas a fornecedores ascendem a centenas de milhares de euros.

Farmácias sem remédio

A crise chegou ao setor. Há farmácias com dívidas de milhões. Algumas estão até à venda por um euro. Mas ninguém compra.

Páginas