Estou solidária com as Farmácias que prestam um serviço fundamental à nossa população. Espero que tudo se resolva pelo melhor e tendo em conta a necessidades dos utentes. Não nos tragam mais desemprego e pobreza. A existência de uma farmácia é um bem para a comunidade. Moro numa zona onde residem muitos idosos que se deslocam com dificuldade e precisam da farmácia no bairro. Estão a querer destruir-nos, não podemos deixar.
Maria João Santos Rodrigues, 26 Setembro 2012
As farmácias são tão necessárias à população, como todas as outras instituições, criadas para o bem estar de todos nós (creches, escolas, hospitais, centros de saúde, etc.).
Zilda Barreiros, 26 Setembro 2012
Queria deixar aqui o meu contributo e dizer a todos os farmacêuticos que estou solidário com a vossa situação. De facto, a cada dia que passa Portugal afunda-se cada vez mais, somos um povo que cada vez está mais pobre.
Manuel Carvalho, 26 Setembro 2012
É deprimente o que o Estado fez com as Farmácias em Portugal! É deprimente ver fechar diariamente Farmácias no meu País! É deprimente ver como os farmacêuticos nas farmácias hoje fazem das "tripas coração" para continuarem a funcionar com um mínimo de qualidade! Em resumo: é deprimente viver e trabalhar neste meu país!
Carlos Romeiro, 26.09.2012
Estou solidário com as Farmácias que prestam um serviço vital ao Povo Português. Espero que rapidamente seja ultrapassado este impasse que põe em perigo toda a população do País e origina mais desemprego e miséria.
Carlos P. Santos, 26.09.2012
Há muito que venho assistindo horrorizado com o que tem vindo a acontecer às Farmácias. Coloquei uma gravata preta, fui visitar várias Farmácias e disse aos farmacêuticos e utentes presentes o que me ia na alma. Aqui estou como cidadão que se preza, associando-me a este luto, verberando as políticas adotadas para o setor e que está a matar as Farmácias, transmitindo o meu desagravo pelo mal que têm vindo a fazer às Farmácias. O Amigo Farmacêutico está ser morto.
Armando Albino de Oliveira Soares, 25.09.2012
Sou um doente com Insuficiência Coronária, Insuficiência Renal Crónica, Hipertensão Arterial, Bronquite Crónica e Diabetes Melitos. Além disso a minha esposa tem Depressão Major e Hérnia do hiato. Por vezes temos necessidade de ajuda farmacêutica com urgência, que nos é fornecida pela Farmácia da Boavista. E como nós existem centenas de pessoas que se servem da mesma Farmácia. A Farmácia do bairro é a nossa mais valia em atendimento e por vezes dá assistência domiciliária. Por este motivo suplicamos: não nos tirem a nossa Farmácia.
Henrique Ferreira Gomes, 24.09.2012
A ética profissional e o respeito cívico prevalece sobre a vontade dos farmacêuticos organizarem uma greve geral. Mas no dia em que uma farmácia tenha de fechar portas é a saúde da população que ficará em risco. Esta iniciativa interessa a todos.
Bruno Castro Pereira, 24.09.2012
Apelo às populações que ainda são servidas por farmácias: ajudem a "sua" farmácia a não fechar. A existência de uma farmácia é um bem para a comunidade. É uma porta sempre aberta para acolher a aconselhar os doentes.
Amélia Maria Gonçalves da Fonseca Rodrigues, 24.09.2012
Como farmacêutica, é triste assistir à destruição do modelo das farmácias portuguesas, que sempre lutaram pelo utente e pelos seus interesses. A bandeira deste Governo foi a poupança que fez no corte na despesa do estado com medicamentos. Agora faça as contas Sr. Ministro, conte os cortes de IVA e de IRC que não ira receber destas empresas que eram lucrativas, conte os inúmeros subsídios de desemprego que ira ter de desembolsar e conte também com o aumento do recurso às urgências e o aumento de gastos com internamentos por falta de medicação.... E aí fale-me em poupança! 
Ana Barros, 25.09.2012

Páginas